GRÁTIS – Atividades REINAÇÕES DE NARIZINHO

Muitas pessoas me perguntam se tenho atividades de Monteiro Lobato no site da loja ou se posso fazer materiais com os textos deles. Para quem acompanha meu trabalho, sabe que não uso materiais que violam direitos autorais de outros autores. Mesmo Monteiro Lobato tendo “saído” do prazo de direitos autorais, há ainda algumas regras que devemos seguir.

Acho importante ( essencial, na verdade ) explicar o porquê de não fazer materiais de autores dentro da lei de direitos. Para quem não sabe, temos uma lei de direitos autorais ( lei 9.610/98 ) que deixa claro o fato de ser crime utilizar materiais de autores em um prazo de até 70 anos de seu falecimento.

Um fato que vivemos no país é a desvalorização do professor. E você pode me perguntar: o que isso tem a ver com o tema? TUDO! Um professor que não respeita leis, que dissemina material com trechos, imagens ou material com direitos autorais não é um profissional consciente. Se queremos ser respeitados e valorizados, devemos primeiramente valorizar e respeitar o que é alheio. Este tipo de trabalhador  desvaloriza a classe de uma maneira irremediável. O pior de tudo é que outros profissionais da área curtem ver atividades com imagens e o seguem (?!?), incentivando-o a continuar cometer crimes que violam direitos de autores. Dizer “eu vi tal coisa em tal blog” denuncia que sua atitude também é suspeita. Por que estava ali, vendo este tipo de conteúdo? Reflita e verá que é questionável…

As obras de Monteiro Lobato entraram para domínio público em 01/01/19. Mesmo assim, há regras para o uso. O texto só pode ser reproduzido da mesma maneira que o original, sem modificações. As ilustrações que conhecemos dos personagens não fazem parte deste domínio público. Foram criadas por artistas que ainda detêm direitos sobre elas.

Se você vir na net atividades com desenhos dos personagens ou obra modificada, suspeite. Caso tenha dúvidas em relação ao uso da obra, visite o SITE OFICIAL que tem exatamente o que se pode e não se pode fazer com a obra.

Clique em http://www.monteirolobato.com/direitos-autorais 

Sim, finalmente chegamos lá!

Este mês li o livro REINAÇÕES DE NARIZINHO, publicado pela Editora Companhia das Letrinhas, com organização de Marisa Lajolo. Gostaria de deixar aqui minhas impressões. Sabemos que de uma edição para outra este tipo de obra tem diferenças e uma delas é a qualidade que a editora dá à edição.

Claro que a atividade estará ao final do post, prontinha para o download, mas achei pertinente falar um pouco sobre o livro, porque a atividade foi baseada nele.

É uma edição fantástica, com capa dura e uma introdução perfeita, porque a partir dela já temos informações muito pertinentes, uma vez que o texto tem praticamente um século e foi feito a poucas décadas do fim da escravidão no Brasil, em uma época na qual “lugar de mulher era em casa”. As mulheres aprendiam prendas domésticas e a obra de Monteiro Lobato conseguiu ver muito à frente em alguns aspectos, mas há trechos em que os leitores podem se sentir incomodados com o linguajar. Desta forma, a introdução é essencial para já explicar a questão do linguajar e da diferença cultural da época. Acho, inclusive, que deve ser usado a partir de quinto ano, se for para leitura.

Eu usaria em leitura de sala, um ou dois capítulos por semana. Acho enriquecedor poder fazer leitura em voz alta na escola e muitos dos problemas que temos em interpretação se deve a muitos não terem mais esta prática. A verdade é que dá muito trabalho ler em voz alta, porque muitos não respeitam, porém há estratégias para evitar este tipo de situação, afinal de contas, somos professores e parte de nosso trabalho é criar estratégias para solucionar dinâmicas em aula.

Além da leitura semanal, eu dividiria a turma em grupos para resolverem sempre uma atividade, baseada no que foi lido e é exatamente aí que entra a atividade que fiz.

SIM! Fiz uma atividade baseada na obra de Monteiro Lobato, mas segui algumas regras de conduta aqui. Ela não possui trechos da obra ( nem originais, porque este não era o objetivo da atividade ), ela não possui nenhum desenho referente aos personagens ( mas consegui ilustrar de um modo muito singular e que não prejudica nenhum direito autoral ) e procurei me ater exatamente à edição lida, mais especificamente ao capítulo de Sítio do Picapau Amarelo, referente à parte 1 ( As Jabuticabas ).

Você poderá ver mais detalhes sobre a edição assistindo meu vídeo no YouTube sobre o assunto:

Para fazer o download do material pronto GRATUITAMENTE, incluindo GABARITO, clique no banner a seguir.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *