PRIMEIRA Reunião de Pais – GRÁTIS FOLDERS

O trabalho do professor é diversificado. Sabemos o quanto temos tarefas diversas em nossa rotina. Uma delas é a reunião de pais. Para mim, a primeira reunião de pais é super importante, porque é quando conhecerei os pais, que serão meus parceiros para auxiliar na aprendizagem das crianças durante o ano.

Claro que há algumas coisinhas nestas reuniões que não gostamos. Sempre tem o pai que já pergunta se vai demorar antes mesmo de entrar,  ou aquele que quer saber se já pode assinar a lista, porque precisa sair logo, ou o que quer resolver todos os problemas da criança e tirar todas as dúvidas sobre seu filho na reunião coletiva.

Independentemente dos problemas e chateações, não podemos negar que a reunião é importante. Quando comecei minha carreira como professora, ficava muito sentida com estas e outras situações que aconteciam, porque sentia que meu trabalho não era valorizado.

Alguns anos mais tarde, comecei a mudar minha postura nas reuniões. Já tinha tentado de tudo. Tinha feito dinâmicas, que algumas vezes eram até obrigatórias nas escolas pelas quais passei, tinha feito um tipo de formação pedagógica bem básica para os pais entenderem mais sobre o que os filhos aprendiam, tinha feito eles “brincarem” de coisas como nunca 10 no material dourado ou de brincadeiras orais de rimas, tinha feito folhas com tópicos sobre a reunião e tudo o mais que tinham me falado para fazer em cada lugar que passei.

A verdade mesmo, ninguém tinha me contado. Eu não tinha que fazer tudo isso. Eu tinha que ser eu, fazer como eu achava que deveria ser o certo. A autenticidade que este tipo de reunião me trouxe não tem preço, não posso receber em formação e nunca me contaram em formações pedagógicas.

Primeiramente, eu, Janaina Spolidorio, não gosto de participar de dinâmicas. Desta forma, nada de dinâmicas em minhas reuniões de pais. Não apenas por isso! Note que os pais “vão chegando” e isso atrapalha até a dinâmica. É terrível. Além disso, muitos pais não se sentem à vontade para participar. Como não curto, poderia listar os 100 motivos para não dar dinâmicas em reuniões de pais, mas vamos parar por aqui! Se você gosta, a autenticidade vence! Dê a dinâmica!

O segundo ponto é que cada coisa que fiz deu certo, de certa forma, em uma pequena porcentagem. A questão era como fazer para que tudo fosse incluído em uma única reunião. Eis que comecei então a fazer folders para os pais, sempre na primeira reunião.

O folder é um tipo de encarte, em A4 mesmo, que fica dobrado. Pode ter uma ou duas dobras. Neste folder, posso colocar quaisquer informações que eu precisar. Como é primeira reunião, costumo colocar dicas de como ajudar a criança em casa, o que fazer e o que não fazer na lição de casa. Se tenho algo como um evento ou um projeto que vou começar, também coloco. Para completar, às vezes coloco ainda alguns conteúdos que serão trabalhados, para os pais poderem acompanhar.

O folder é prático, porque aquele pai que tem pressa leva e pode ler depois. Geralmente ele lê, porque já que não ficou muito na reunião, sente que deve pelo menos ler o que a professora deu. Embora eu fale sobre os assuntos do folder na reunião, não leio com eles, porque é chato. Só explico em linhas gerais e digo que há mais detalhes no encarte que entreguei, recomendo a leitura em casa, para prestarem atenção na reunião. Como não conheço ainda as crianças, então ainda não tenho o que falar de cada uma delas. Este tipo de folder é a oportunidade que tenho de comunicar o que não conseguirei nas próximas reuniões e ainda mostrar aos pais que tenho organização e sei o que estou fazendo. Assim como não gosto de dinâmicas e poderia listar 100 razões para não usar, gosto do folder e posso mencionar 100 razões para usar o folder. Claro que, como disse, autenticidade é tudo, então se curtir, use sempre. Se não achar legal, não use mais!

Certamente a reunião não é somente o folder e vou fazer um vídeo sobre o assunto em breve. Há muito mais a se fazer, porque é a primeira impressão que os pais terão de você.

Quis falar um pouco sobre ela por aqui, mas a intenção maior mesmo foi o folder, porque estou disponibilizando neste post, logo abaixo, dois modelos de folders para você. Eles já contêm informações que usei, mas resolvi não mexer e deixar em formato WORD, porque assim você consegue editar e adaptar aos assuntos que precisa. Espero que goste dos folders!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *