Trabalhando a SUSTENTABILIDADE com uma WEBQUEST!

Geralmente sou eu mesma, Janaina Spolidorio, quem escrevo os artigos. Desta vez, contudo, aproveitando o tema “atualidades” do mês de outubro e a experiência da professora Cristiane Campos, responsável pelas webquests que tenho no site da loja, resolvi publicar um artigo escrito por ela, que conta sua experiência pedagógica com uma das webquests e com o tema SUSTENTABILIDADE, que faz parte de atualidades também.

Muitos professores possuem dúvidas em como trabalhar com webquests, então acho bem interessante o relato, para compreender melhor como funciona este tipo de ensino, com um recurso próprio de laboratório de informática.

“Uma das aulas que mais gostei de trabalhar com meus alunos dos quartos anos, esse ano, foi sobre Sustentabilidade. Como atualmente trabalho com a Oficina de Informática Educacional em uma escola de tempo integral, a proposta de trabalho foi a webquest Energia Solar. Gosto muito dessa metodologia e sempre busco interferir o mínimo possível no processo de construção da aprendizagem.

Caso se interesse em saber mais detalhes técnicos sobre esta webquest, clique na imagem a seguir:

Como sempre acontece nas minhas aulas, os alunos partiram de um desafio proposto na webquest e que culminou na produção de algo diferente e muito interessante para eles. A palavra SUSTENTABILIDADE não foi citada sequer uma vez por mim, não nos prendemos a conceitos ao longo do trabalho. A proposta era perceber a existência da Energia Solar e vivenciá-la.

Como o primeiro passo foi a pesquisa guiada, os alunos tiveram acesso a vídeos e textos informativos selecionados por mim previamente. O que cada educando reteve como algo importante ficou a critério da sua necessidade de saber, da sua curiosidade, dos seus questionamentos. E assim como a impressão digital, cada um tem o seu momento e a sua maneira de desbravar o desconhecido. O que quero ressaltar é que cada criança aprendeu de uma forma, em seu tempo e coisas diferentes, embora a proposta de trabalho, as informações fornecidas, o material e o resultado fossem o mesmo. Essa percepção fica bem clara quando o professor se afasta e apenas observa a turma trabalhar.

Além de irem em busca do conhecimento, os alunos foram em busca do sol. Eles confeccionaram e testaram um forno de caixa de pizza. Com materiais simples e orientações retiradas da internet – acessíveis a qualquer pessoa – as crianças puderam perceber, na prática, que é possível utilizar a energia gerada pelo sol. Parece simples e óbvio, pois muito se fala em Energia Solar, mas colocá-las como agentes fez toda a diferença.

A confecção do “forno” foi lenta, mas o resultado despertou um olhar diferente nesses estudantes. Eles puderam ver como a Energia Solar pode ser utilizada na prática e não demoraram a fazer relações com as placas brilhantes que veem sobre algumas casas do bairro onde se localiza a escola.

É obvio que nenhum deles fará uso do forno de caixa de pizza no dia-a-dia, mas tenho a certeza de que a experiência proporcionada a esses pequenos formadores de opinião fará a diferença para que tenhamos um mundo sustentável no futuro.

Veja a seguir fotos relacionadas ao trabalho”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *