Como ajudar seu filho com os estudos!

COMO AJUDAR FILHO LIÇAO.fw

Muitos pais têm dúvidas sobre como ajudar seus filhos com as tarefas, com o planejamento para avaliações ou mesmo com o estudo, em geral. Geralmente fazem o que acreditam ser o certo para as crianças, mas nem sempre as estratégias dão certo. Isso porque os filhos não são iguais aos pais. Eles pensam diferente, têm acesso a estímulos diferentes e comportamentos que exigem ações diferentes.

Se você for pai, mãe ou responsável, espero que goste do artigo. Se for professor ou orientador, sugiro que use um tempo das reuniões de pais para trabalhar com o assunto, pois além de ser interessante, ainda acrescenta muito tanto ao ambiente familiar quanto ao escolar.

1

Bem, para começar, o aluno deve fazer a lição em um ambiente com poucas distrações externas, como barulhos ou objetos que chamam a atenção. Além disso, antes de começar a lição, o aluno deve ter pego todos os materiais que precisa, para evitar pausas bruscas no estudo.

Procure usar um lugar fixo da casa para a lição. Pode ser uma mesa, uma escrivaninha ou qualquer local que dê a oportunidade de o aluno poder colocar seu material e se sentir confortável. O uso de lugar fixo ajuda a criar rotina, que é exatamente o que o aluno precisa para criar o hábito do estudo. Ah! Se você tem mais de um filho na idade escolar, use locais diferentes para o estudo deles. Pode ajudar bastante a não se distrair!

Criar um horário de estudo também ajuda. Todos os dias, naquele horário, a criança saberá que é hora de estudar. Mesmo que não tenha lição de casa, use o tempo para incentivar a criança a estudar o que já foi trabalhado na escola, incentive-a a refazer exercícios que teve dificuldade de cumprir ou aproveite o horário para sugerir uma pesquisa sobre algum assunto visto na escola.

2

Os alunos da atualidade não desgrudam de seus aparelhos, mas na hora de estudar, é importante que deixem o celular, tablet, vídeo game de lado. Quanto ao computador, deve estar disponível somente se for preciso fazer alguma pesquisa na internet sobre a lição. Ele pode enriquecer o estudo, mas se o aluno criar o hábito de usá-lo somente para essa finalidade, em seu tempo de estudar.

Não há problema em deixar o aluno fazer a lição sozinho. Na verdade, é preciso que ele aprenda a estudar com autonomia. Ele deve ter consciência, contudo, que algum responsável está observando seu rendimento. Mesmo que o adulto esteja fazendo alguma tarefa, passe de vez em quando pela criança e dê uma olhada se a lição está sendo feita corretamente ou se o aluno precisa de sua ajuda em algo. Ele precisa perceber que, embora o adulto esteja fazendo outras tarefas, tem na lição da criança uma certa prioridade. Ele perceberá o quanto é importante aquele momento!

3

Note que ajudar o aluno na lição não significa fazer por ele ou dar as respostas. Na verdade, se fizer esse tipo de coisa estará atrapalhando a lição. Seu papel é orientar a criança e, quando ela tiver dúvidas, em lugar de responder diretamente, faça-a pensar, pergunte-lhe algo que a faça refletir sobre a resposta. Quando você faz o aluno pensar em pequenas partes, ele encontra mais facilmente as respostas.

4

Esteja sempre presente na vida escolar de seu filho. Se não puder ir às reuniões de pais por causa do horário, peça uma reunião com o professor, individual. A recomendação, porém, é que participe sempre que possível das reuniões regulares. Aproveite o tempo para estreitar laços com o professor. Se tiver dúvidas sobre algo, não hesite em perguntar! Envie um bilhete, por exemplo, ou, se não for urgente, aguarde a reunião. Aproveite ainda o tempo da reunião para comentar sobre dificuldades que notou durante as lições de seu filho. Ele poderá lhe orientar com novas estratégias para usar com a criança.

Se você notar partes com respostas erradas, não dê a resposta certa! Peça à criança que leia determinada parte da lição para que ela perceba seu próprio erro. Pode ser erro de ortografia, cálculo ou outros! O importante é que ela perceba a importância da revisão na lição e que note que algo estava errado. Em último caso, aponte o erro diretamente. Se o fizer logo “de cara”, estará tirando a oportunidade de seu filho pensar sobre a matéria aprendida.

Para terminar, procure incentivar hábitos saudáveis, pois eles ajudam a ter disposição para a lição. Horários regulares de alimentação e sono auxiliam muito o estudo. Além disso, procure incentivar uma boa alimentação e pelo menos oito horas de sono. Para completar, atividades físicas são de grande auxílio para a fase de crescimento! Deixa o corpo disposto e desenvolve a coordenação.

Espero que tenha gostado das dicas deste artigo! Se precisar ou achar interessante, tenho um trabalho de assessoria em reunião de pais que pode ajudar muito a motivar e orientar os pais em relação aos estudos do aluno. Além disso, costumo dar palestras sobre o assunto! Se ficou interessado, entre em contato pelo contato@janainaspolidorio.com Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *