CORDEL – Um gênero literário popular

Já que estamos no mês do popular, não poderia deixar de lado a LITERATURA DE CORDEL.

Ela é super popular em nosso país e tem características próprias. Inclusive, se precisar trabalhar com este gênero com sua turma, tenho no site da loja um material EXCELENTE, uma sequenciada bem estruturada que facilita demais compreender melhor o gênero. Para ver mais detalhes, CLIQUE NA IMAGEM A SEGUIR.

E voltemos ao tema da postagem! A literatura de cordel também é conhecida como folheto ou literatura popular em verso. Ela tem origem em relatos orais, que com o tempo ganharam esta forma super charmosa, com rimas bem interessantes e formato físico diferenciado.

Recebe o nome de CORDEL, porque herdou algo interessante de Portugal: antigamente estes folhetos eram pendurados em barbantes ou fios, como se fazia nas terras além mar, para serem vendidos. Atualmente o costume não é mais usado, mas o nome permaneceu firme e forte.

A ilustração também é feita de um modo típico, que é a XILOGRAVURA, uma espécie de carimbo usado para ilustrar alguns poemas e as capas dos folhetos. Veja a seguir um exemplo de XILOGRAVURA.

Quanto ao conteúdo, a Literatura de Cordel traz assuntos dos mais variados tipos: pode ser histórico, divertido, ensinando regras gramaticais… não há limite para a criatividade dos cordéis.

Eu mesma, quando visito a região Nordeste, costumo trazer alguns, sempre variados, porque não consigo escolher um só e nem de um tipo só. Durante um tempo lecionei Português ( sou formada em Letras ), então nada mais natural do que ficar atraída por este tipo de folheto! rsrsrs… Mostrar aos alunos, aqui do Sudeste, para poderem manusear, enriquece e ilustra muito o conceito.

Temos vários nomes famosos de autores de Cordel no Brasil. Alguns muito conhecidos são: Apolônio Alves dos Santos, Cego Aderaldo, Firmino Teixeira do Amaral e João Martins de Athayde.

Outro fato interessante ligado ao Cordel é a figura de “Seu Lunga”. Ele aparece bastante nos folhetos e é um personagem que chega a ser caricático. De extremo mau humor, as histórias com ele são engraçadas e costumam cativar muito o público.

Espero que tenha gostado das dicas de hoje e até a próxima!

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *