Para ter ALUNOS EXCELENTES…

ALUNOS.EXCELENTES.fw

 

Ter ALUNOS EXCELENTES é o desejo de todo professor e não é impossível que esse desejo se torne realidade e nem demora tanto assim para conseguir alcançar seu sonho!

Cada vez mais vemos o desinteresse crescente dos alunos pela escola. Moro ao lado de uma Escola Estadual. Se você passar na rua em períodos de aula, mal ouvirá o professor falando. Acho até que os decibéis de som da escola ultrapassam – em muito – o saudável para qualquer pessoa. Para mim, isso indica o desinteresse.

As Escolas Estaduais de minha cidade atendem alunos a partir do sexto ano. Não estou dizendo que o problema seja a escola ou o professor. Na verdade, é todo um histórico do aluno que o leva a esse comportamento desinteressado.  Conter pessoas desinteressadas é algo difícil.

Se você está lendo este artigo, certamente faz parte do “time” de professores que quer fazer a diferença e quer que o aluno se interesse pelo estudo. Como toda profissão, infelizmente há aqueles que não se importam tanto assim…

Em minha opinião, primeiro o aluno deve perceber o quanto é legal estudar. É claro que o professor é um exemplo nesse caso. Para passar a noção de que estudar é o máximo, é preciso saber do que se fala. Quando o aluno percebe o grande “barato” da aprendizagem, tudo fica mais fácil e claro.

Para que ele goste, é preciso uma combinação de vários fatores, entre eles as estratégias do professor e o tipo de atividade que o aluno faz. Não adianta ter uma excelente estratégia e atividades maçantes ou vice-versa.

Eu AMO estudar e acho que dá para perceber. Sempre falo de minhas pesquisas e acho fascinante o modo como o cérebro funciona. Poderia falar por horas sobre os dendritos, sinapses elétricas e químicas, neurônios e outras coisinhas mais; mas sei que nem todos gostam do assunto.

O mais importante de minha grande paixão pelo cérebro é que consigo transpor meus estudos para atividades simplificadas, que são perfeitas para os alunos. Uso pesquisas recentes, respeito o perfil dos alunos do século XXI e procuro fazer materiais realmente desafiadores.

Os professores que usam com constância notam a diferença em pouco mais de um mês no comportamento dos alunos. Eles realmente aprendem e começam a ter o essencial para ser um bom aluno: gostam de estudar.

Alguns fatos foram marcantes para mim quando em sala da aula. Um deles foi a predisposição de vários alunos a trazerem sempre mais de um dicionário para a escola quando eu trabalhava com o uso de dicionário. Eles percebiam diferenças entre dicionários, se tornaram críticos em relação aos títulos de dicionário que não traziam informações completas das palavras e começaram a explorar partes do dicionário que não conheciam. Qual era a série? Acredite: terceiro ano! Falo desta turma, em especial, no meu livro “Aula – Os Segredos”, ao falar sobre o mapeamento. Tive uma experiência fantástica com eles e foi uma das turmas que tive com maior resposta positiva. Vale a pena ler mais de uma vez o capítulo sobre eles!

Se ficar interessado no relato e nas outras estratégias do livro, você pode adquiri-lo em minha loja.  O link direto é http://www.janainaspolidorio.com/aula-os-segredos-com-frete-incluso.html Você irá encontrar em livrarias também, se preferir!

Para terminar o artigo, separei ainda alguns dos materiais que acho bem legais e que atingem o interesse dos alunos de uma forma diferenciada! Se quiser experimentar, garanto que terá experiências bem positivas e terá feito sua parte para que os ALUNOS queiram ser EXCELENTES.

 

Lições bonitas e inteligentes: não canso de falar deste material. Para alfabetização está entre os que mais gosto mesmo. Não foi para menos o nome! Link: http://www.janainaspolidorio.com/licoes-bonitas-e-inteligentes.html

 

Atividades de Páscoa: sei que não estamos na época da Páscoa, mas este material, em especial, traz um trabalho com lógica de programação em meio à raciocínio linguístico que nunca vi em outros materiais didáticos. Muito legal! Link: http://www.janainaspolidorio.com/atividades-de-pascoa-4-e-5-anos.html

 

Raciocínio lógico e linguístico: este nem precisa explicar muito! Trabalhar os dois tipos de raciocínio em um único material é algo incrível. Link: http://www.janainaspolidorio.com/raciocinio-logico-e-linguistico.html

 

Crise hídrica: unir a literatura brasileira com a crise hídrica na qual vivemos atualmente é algo interessante e que causa um aprofundamento natural nos alunos. Antes mesmo de ter contato com grandes escritores, o aluno já consegue fazer um “link” entre ficção e realidade e refletir sobre o problema por regiões. Imperdível! Link: http://www.janainaspolidorio.com/crise-hidrica.html

 

Cadernos interativos: este material dispensa apresentações! Usar o mesmo tipo de raciocínio de aparelhos em um simples caderno de folhas é algo que está surtindo efeitos incríveis em várias salas de aula do país. Vale a pena experimentar um deles. Link: http://www.janainaspolidorio.com/catalogsearch/result/?q=interativo

 

Espero que tenha gostado das dicas! Até a próxima!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *