PEDRO MALASARTES em aula!

Imagine que está andando na escola, mas uma das portas do corredor tem uma decoração diferente. Nos cantos inferiores, alguns trigos adornados de crepom, imitando grama de outono. A porta, encapada curiosamente com papel kraft, com linhas que imitam antigas portas de madeira. Na maçaneta, uma plaquinha pendurada escrita “Bata 3 vezes e aguarde”.

Você não consegue se conter. Precisa entrar e ver o que aquela porta esconde. Bate 3 vezes na porta. Uma criança com chapéu de palha abre a porta e o deixa entrar rapidinho.

Dentro, algo que não esperava. A sala de aula fora transformada em um mundo à parte, um verdadeiro mergulho na cultura popular brasileira.

Logo na entrada, à sua direita, na lousa, uma exposição de imagens feitas pelos alunos, que retratam cenas de outros tantos famosos “Pedro Malasartes”. Em destaque, Nasrudin, o primeiro “Pedro Malasartes” e inspirador de tantos outros que existem no mundo.  Tem o Pedro Urdemales, da Espanha, Tom Sawyer, dos Estados Unidos, Peer Gynt, da Noruega, todos retratados, com bandeirinhas de seus países, e uma legenda abaixo, contando um pouco sobre os personagens.

Ao redor da sala, espaços que trazem à vida cenas de histórias conhecidas de Pedro Malasartes. Uma árvore com dinheiro ( de mentirinha, claro! ) pendurado chama a atenção, com um outro aluno vestido tipicamente de matuto. Ele o convida para ouvir a história da “Árvore que dava dinheiro”.

Depois, ao lado de uma fogueira, com uma grande panela repleta de pedras e muita água, uma TV mostra uma encenação dos alunos do conto “Sopa de Pedras”. E a cada “cantinho”, uma nova surpresa, que conta as artimanhas do famoso anti-herói Pedro Malasartes.

CONTOS DE ESPERTEZAGostou das ideias? Foi exatamente essa cena que eu imaginei, fazendo um projeto sobre Contos de Esperteza.

Algumas vezes seguidores me sugeriram fazer um material sobre o assunto, mas até então, ainda não tinha tido “a inspiração” para elaborar algo. Há alguns dias, contudo, me foi sugerido novamente e desta vez, toda essa cena que eu descrevi acima me veio na mente, enquanto pensava no caso de fazer ou não um material. Eu soube, então, que era o momento de fazer o material.

Claro que um material assim não poderia ser ‘de qualquer jeito’ e reuni tudo o que conhecida do assunto, tanto de minhas leituras, quanto de minhas “andanças” em idiomas estrangeiros. Foi então que saiu o material e já está na loja!

Para ver mais detalhes e a AMOSTRA, clique em  aqui!

Espero que tenha gostado da postagem e também das ideias. Achei interessante colocá-las na postagem, para que você pudesse ter a mesma cena que eu. O material com atividades prontas certamente ajudará muito se decidir “abraçar” um projeto desses! Até a próxima!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *