Meu portfólio do 3º ano

PORTFOLIO.BANNER.fwPortfólio. Uma palavra tão simples e tão mencionada em várias áreas. O fato é que ela carrega uma história e talvez por esse motivo seja tão cobiçada por todos.

O portfólio tem a capacidade singular de conseguir contar uma história que ninguém consegue ver, ele conta o que há dentro da mente das pessoas. Ele é capaz de mostrar algo que fica tão escondido, que nem a própria pessoa às vezes sabe que existe. Ele tem o poder de documentar o abstrato de alguém e este é um poder impressionante. Por esse motivo, ele se torna também tão importante para todos.

PORTFOLIO.1.fwOuvimos falar na área da Educação de portfólio do aluno e sempre achei graça de alguns colegas ficarem tão assustados com o trabalho que ele poderia lhes representar. Ele parecia sempre pairar de modo negativo nas salas de professores e muitos ficavam nervosos só de mencionar que deviam mostrar o portfólio do aluno.

Você deve estar se perguntando por qual motivo eu achava graça! Bem, o fato agora é que o portfólio de um aluno nada mais é do que uma avaliação do que ele aprendeu. Certamente precisa ser uma atividade significativa, mas não deixa de ser uma avaliação e essa foi mais uma das perdas que sofremos por imposição de mudanças na educação do país há alguns anos.

 

PORTFOLIO.2.fwMuitos não se lembram, mas dificilmente não tiveram portfólio. Ele SEMPRE fez parte da escola, porém o nome anterior era avaliação. Sei que hoje ainda são feitas avaliações nas escolas – em algumas. A página ou páginas do portfólio podem ser dadas juntamente com essa avaliação. O portfólio é a história da aprendizagem do aluno. Ele indica o que o aluno aprendeu e o que falta aprender. Digo história, pois demonstra exatamente a maturidade de seu pensamento em relação aos conteúdos.

 

PORTFOLIO.FAIXA.fw

PORTFOLIO.3Para mim isso sempre foi bem claro e meus portfólios sempre foram muito elogiados nos conselhos e reuniões. O motivo pelo qual acho tudo tão simples é que AINDA TENHO MEUS PORTFÓLIOS.

Siiiiim! Minha mãe sempre foi extremamente zelosa com minhas coisas e achava uma preciosidade manter os portfólios ( ou avaliações, se preferir ). Eles me mostram claramente o que eu sabia fazer na escola em cada época.

Este que estou usando na postagem é do 3º ano do antigo primário, que cursei em 1.985.

Guardar portfólios tão velhos assim têm algo interessante a mostrar, pois além de contar exatamente como eu era quando aluno e como estava minha aprendizagem no exato ano, ainda é um marco histórico para a EDUCAÇÃO DE NOSSO PAÍS.

PORTFOLIO.4Quando eu pegava séries que tinham avaliação, como o terceiro ano, por exemplo, antes de dar as primeiras avaliações – juntamente com as folhas especiais, que iam para o portfólio – eu costumava mostrar aos alunos. Eles sempre ficavam impressionados por eu ter algo tão precioso guardado e sempre davam uma maior atenção às avaliações.

Pense em uma professora exigente: EU. Não sossegava enquanto não conseguia resultado praticamente da sala inteira, exceção à casos específicos, claro. Mostrar meu portfólio de aluno foi uma das técnicas mais eficazes que tive. O resultado sempre foi positivo.

Bem, meu portfólio era composto pela capa, que você viu anteriormente e carregava notas de todas as matérias. Foi assim nos 4 anos do Fundamental I. A contracapa continha o nome da escola, um desenho feito por mim e que tinha de ser relacionado ao texto de interpretação da prova, que estava sempre grampeado na parte de trás da contracapa. Você consegue ver o grampinho na imagem, na parte de cima do cabeçalho.

Dentro, atividades referentes ao texto, gramática e vocabulário e é aí que vem a tristeza em relação à nossa educação atual. Sei que nem todas as escolas são assim e nem todos os professores. Eu nunca liguei muito para o que o currículo da escola pedia para ensinar, sempre fui bem além dele. Talvez seja porque eu sabia do que eu era capaz e os alunos com a mesma idade supostamente também devem ser, em qualquer época. Algo que acho importantíssimo é NÃO SUBESTIMAR O ALUNO.

PORTFOLIO.FINAL

Não sei se é possível ler exatamente as páginas que coloquei. A avaliação total de Comunicação e Expressão ( atual Língua Portuguesa nas avaliações ) deste portfólio tinha um total de 10 páginas. Copiei todas as questões e exercícios da lousa e cada exercício tinha que ser separado por um “enfeitinho”, que sempre usei com minhas classes também. Organização é tudo! O portfólio ainda tem a função de me lembrar o que aprendi, como  aprendi e do que eu era capaz.

A avaliação era dividida em compreensão de texto, emprego de vocabulário, formação de palavras, conjugação de verbos, gramática geral, ditado e produção de texto ( que se chamava composição ).  Isso a de Comunicação e Expressão mesmo. Todas as avaliações eram feitas em uma semana inteira. Eram cinco avaliações.

Nas imagens que disponibilizei acima há uma parte da interpretação, gramática geral e conjugação de verbos.

Há quem diga que hoje avançamos na educação… será? Certamente não tenho como comparar o formato da prova, pois do ponto de vista tecnológico certamente avançamos, mas e os conteúdos? Avançaram?

Minha intenção inicial era tratar somente do portfólio mesmo, mas decidi, de última hora refazer a postagem e colocar MEU PORTFÓLIO, não apenas para desmistificar a ideia de que portfólio é algo tão diferente e difícil, pois não é; mas também para desmanchar a concepção de que portfólio é algo recente, pois não é. No final, e talvez a parte mais importante, é usar como documento histórico de como era a aprendizagem há exatos 31 anos e refletirmos o que devemos mudar para que ela se torne realmente UMA EDUCAÇÃO MELHOR!

Espero que tenha gostado da postagem! Até a próxima!

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *