Educação Melhor nas MÍDIAS SOCIAIS

MIDIAS SOCIAIS.fw

Há alguns dias, vi uma frase bem polêmica em um artigo, que dizia o seguinte: “A tecnologia não pode substituir o professor, mas professores que mexem com tecnologia podem substituir os que não mexem”.

A embate tecnologia/ professor já ocorre há algum tempo. O próprio Bill Gates já disse, diversas vezes, que ela não substituirá o professor e concordo plenamente com ele, mas a frase que li e reproduzi acima me fez refletir por dias.

Acho realmente que nada substitui a experiência em sala de aula. Ela nos dá ferramentas necessárias para intervir no momento certo, escolher estratégias que funcionam e muito mais.

A questão é que cada vez mais a tecnologia adentra em nossas vidas – e também nas escolas. Vivemos em uma era já PÓS-DIGITAL. Prova disso são os smartphones. Quantas pessoas que você conhece não têm esses aparelhos? Há pouco mais de dez anos nem todos usavam modelos tão avançados, mas atualmente, em qualquer evento eles estão presentes. Precisa tirar foto? Usa smartphone. Precisa mandar uma mensagem? Usa smartphone. Quer ouvir uma música? Usa smartphone.

A presença dos aparelhos é massiva em nossas vidas e realmente com o tempo eles estarão ainda mais presentes nas escolas. A dúvida que tive ao ler a frase foi: como um professor vai ensinar sobre tecnologia se não tem afinidade com ela?

Acho que é um bom ponto de partida para uma polêmica discussão. Não são só os aparelhos que entram com a tecnologia. São comportamentos. O mundo é globalizado, os alunos PRECISAM aprender a lidar com a tecnologia e suas conexões. É preciso ensiná-los a ter, por exemplo, presença digital. Ela tem sido fundamental na busca de empregos atualmente… imagine quando seus alunos estiverem crescidos!

Os alunos existem de duas formas: a física e a digital. É preciso criar uma vida digital, mas como o professor vai ensinar um comportamento digital se não o tem? Complicado, não é mesmo?

A resposta ao problema está no uso cotidiano. Como educadores, temos que usar mais os recursos tecnológicos. Enviar mais e-mails, fazer compras na internet, pesquisar, usar as mídias sociais.

Como um professor que não usa e-mail vai ensinar como escrever esse gênero textual? Como um professor que não pesquisa poderá fornecer bons endereços eletrônicos para a pesquisa do aluno? Como um professor que não tem presença digital ou que tem uma péssima presença poderá ensinar o aluno a ter uma vida digital saudável?

Minha intenção neste artigo é mostrar o quanto é importante participar mais e de forma honesta e correta da internet. Muitos têm usado até de modo criminoso a rede. Na escola, por exemplo, ao fazer um trabalho, mencionamos a fonte e tudo bem, pois é um uso local. Na internet, reproduzir algo, mesmo mencionando a fonte é crime previsto por lei. Esse é um conhecimento digital. Se lidamos com um mundo digital, temos que ter conhecimento sobre ele.

Tenho uma apresentação muito boa que trata do assunto da presença digital. Veja a seguir:

 

[slideshare id=42764844&doc=presenadigital-141216110840-conversion-gate02]

 

Para começar a participar mais, use as redes sociais para ver como funcionam. Uma é diferente da outra. Cada uma tem seu objetivo e a participação mostra o quanto você tem facilidade com ela. Curta se gostou, compartilhe ( usando o botão compartilhar, claro! ) para divulgar a ideia se achou importante. Comente, para mostrar que tem uma opinião e sabe participar. Tente aos poucos participar mais. É importante para que aprenda a entrar nesse universo.

O “Por uma educação melhor!” usa quatro redes sociais bem importantes ao professor: Facebook, Instragram, Slideshare e Pinterest.

BANNER.FACE.fw

Facebook: acompanhe o Facebook para saber novidades, ficar por dentro das promoções e ver dicas gerais do mundo educacional. É importante participar! Nós, que planejamos, ficamos bem de olho em quem comenta, compartilha e curte. Se um dia precisarmos de alguém presente no universo educacional ou se precisarmos de alguém para teste de material, certamente é desses nomes que lembraremos: os de quem participa. Não são os que dão uma passadinha de olho que deixam marcas, acredite! Para curtir nossa fanpage do Facebook, clique no link a seguir:

 

Facebook: https://www.facebook.com/professorajanainaspolidorio?ref=hl

 

instagram.fwInstagram: o Instagram traz imagens que você não vai encontrar em outros lugares… a menos que eu compartilhe no Facebook. Ele traz os “bastidores” da empresa, traz ações que você não fica sabendo pelas outras redes sociais, pensamentos positivos e incentivos profissionais. Para seguir o Instagram, curtir, comentar e compartilhar, clique no link a seguir:

 

Instagram: https://instagram.com/janainaspolidorio/

 

SLIDESHARE.fwSlideshare: o slideshare traz apresentações completas. Em janeiro deste ano recebi um e-mail desta rede social me parabenizando por estar entre os top apresentadores mais profissionais e vistos dela. A partir de então, as apresentações só melhoraram! Vale a pena conferir as disponíveis e acompanhar as próximas! Também vale a regra do comentar, curtir e, nesse caso, você pode baixar a apresentação para estudar ou até usar em alguma apresentação local.

 

Slideshare: http://pt.slideshare.net/austenbr

 

pinterest.fwPinterest: esse é o “bonitinho” das redes sociais. São álbuns com imagens. No meu caso, como tenho a loja virtual, fiz um catálogo super prático com os códigos de todos os materiais da loja. Além disso, tenho ainda o álbum de frases inspiradoras, lanchinhos divertidos, ideias para sala de aula e os temáticos de materiais que vendo. Muito prático e visual! Segue abaixo o link:

 

Pinterest: https://www.pinterest.com/austenbr/

periscope.fwPeriscope: nunca ouviu falar deste? Não tem problema! Logo mais farei um artigo aqui no blog só para ele, pois ele poderá fazer algo fantástico! Poderemos nos comunicar ao vivo, com horário marcado! Isso mesmo! Uso há pouco tempo esta rede, mais em caráter exploratório, e muito mais breve do que você imagina, farei minha experiência inicial de transmissão. Como vê, também é bem novo para mim. Sugiro baixar e dar uma explorada, pois pode trazer algo para nós, educadores, muito positivo. Pode ser baixado gratuitamente em seu tablet ou smartphone, diretamente da Playstore ou da Appstore. Fique também de olho no blog, pois antes ainda da próxima semana vou explicar mais sobre ele!

Espero ter incentivado, de alguma forma, seu “eu digital”. Se puder participar de minhas redes sociais, agradeço imensamente! Como o assunto lhe interessa, fica mais fácil a participação! Se não tiver incentivado, fico feliz de ter compartilhado um pouco de minhas reflexões e de pelo menos ter plantado uma sementinha sobre o assunto. Espero que tenha gostado do artigo!

 

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *