5 maneiras de fazer seu filho amar os estudos

AMAR.ESTUDOS.BANNER.fw

Imagine um mundo sem lição de casa, testes, exames, revisões… estudo… pois é, não dá para imaginar, mesmo porque o homem é um ser que raciocina e, por raciocinar, precisa estar em evolução constante. Esses elementos de estudo não fazem parte de nossa vida escolar por acaso! Eles são imprescindíveis para uma boa formação, uma boa evolução.

O grande segredo de muitos bons alunos é que eles aprenderam a amar os estudos. Muitos aprenderam sozinhos e outros… por pura inspiração, seja de seus professores ou de seus pais.

Se os pais cultivam em casa o amor pelos estudos, fica tudo muito mais fácil na escola. A grande questão é: como fazer seu filho amar os estudos? Se você conseguir cumprir essa tarefa – que nem é tão difícil assim – estará dando uma grande contribuição para um futuro muito melhor ao seu filho e à humanidade… por que não?

Veja 5 maneiras de cumprir sua parte no estímulo do aluno e ajudá-lo a se tornar um melhor estudante:

1. Deixe ele ser seu professor!

AMAR.ESTUDOS.1.fwNão é raro ver crianças brincando de escolinha. Note que, para brincar de ser professor, é preciso saber ensinar. Quer algo em que se aprenda mais do que ensinar? Em lugar de ajudar seu filho mandando ele decorar textos, respondendo perguntas, enfim, “tomando o ponto”, simplesmente peça que ele lhe ensine o que aprendeu. Você saberá o que ele conseguiu entender, poderá fazer perguntas questionadoras e ajudar o seu filho a encontrar as respostas e ainda estará ajudando-o a estudar autonomamente. É como se fosse uma brincadeira, na qual ele é seu professor e você passa para o papel de aluno. Para ele poder lhe ensinar, terá que saber!

2. Incentive a cultura!

AMAR.ESTUDOS.2.fw

Mostre ao seu filho como é legal saber as coisas! Assista com ele programas que documentam fatos, converse com ele sobre esses programas, incentive o uso de aplicativos instrutivos e que possam lhe ensinar conceitos, procure estimular o estudo do mundo por meio de investigações informais. Esse tipo de curiosidade ajuda o aluno a ampliar seu repertório de conhecimentos e a se tornar questionador, partes imprescindíveis em um bom estudante.

3. Use truques mnemônicos!

AMAR.ESTUDOS.3.fw

Você talvez ache que não conhece, mas certamente já viu um! Mnemônico é um sistema que visa auxiliar a memória. Quando contamos os meses nos ossinhos das mãos, por exemplo, para saber quais têm 31 dias, estamos usando um truque mneumônico. Na internet há várias dicas de estudo com truques mneumônicos já inventados para o estudo mesmo! Além de tornarem o estudo mais fácil, são divertidos e fazem o aluno ter um maior interesse no que está aprendendo.

4. Identifique: grupo ou individual?

AMAR.ESTUDOS.4.fw

Há alunos que aprendem melhor em grupos e outros que o fazem melhor individualmente. Não é difícil fazer um teste com seu filho! Quando digo “em grupo”, pode ser com amigos ou mesmo com sua ajuda ou de primos, irmãos etc. Há alunos que não conseguem, a princípio, aprender sozinhos. Eles precisam de pelo menos alguém para verificar se conseguiram mesmo aprender. É uma estratégia realmente pessoal. Ajudar a criança a identificar sua melhor maneira de estudar é um grande passo para que comece a se envolver mais com o que estuda.

5. Demonstre interesse!

AMAR.ESTUDOS.5.fw

Se o avanço é enorme ou minúsculo, não importa! Se o aluno percebe interesse de seus pais no que ele realiza nas tarefas, se sente incentivado e se esforça mais para poder sempre receber o elogio. Esse pequeno ato consegue criar a confiança necessária que o aluno precisa ter em si mesmo e a necessidade de se aprimorar. Será mais fácil perceber que é preciso sempre melhorar para receber elogios. Evite comparar, caso tenha mais de um filho e indique também pontos que podem ser melhorados. Às vezes a criança precisa dessas indicações, que também demonstram seu interesse na evolução de seu conhecimento.

Espero ter colaborado de alguma forma com as dicas de como fazer seu filho amar os estudos! Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *